quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

«As Escolhas Inéditas» - Estreia

As Escolhas tornaram-se, em 2010, uma das iniciativas de maior sucesso do CINEROAD.
Em 2011, chegam até si escolhas completamente inéditas.

Escolhido #1 - Autor do blogue Close Up!

O filme que define os últimos 3 anos de cinema:A Origem (2010), de Christopher Nolan

O melhor filme de Ficção-Científica de sempre:Star Wars V (1980), de Irvin Kershner

O expoente máximo da Comédia:Um Azar do Caraças (2007), de Judd Apatow

O Terror por excelência:O Exorcista (1973), de William Friedkin

O Filme de Animação que define o género:Carros (2006), de John Lasseter e Joe Ranft

Agradecimentos especiais: Close Up!

14 comentários:

  1. Óptimas escolhas!
    Subscrevo completamente (mas o "Wall-E" também ficava ali bem).

    ResponderEliminar
  2. Olá, boa tarde!
    Agradeço ter sido convidado para participar nesta iniciativa.
    Justificando as minhas escolhas:
    considero A ORIGEM um dos melhores filmes que já vi, sendo uma daquelas fitas que me deixou completamente de boca aberta, pois tem um excelente elenco (e em grande forma!), magníficos efeitos visuais (a cidade a dobrar é daquelas cenas que ficarão na história da 7ª arte), uma banda sonora poderosa e um argumento ao mesmo tempo rebuscado e extraordinário;
    "O império contra-ataca" vi-o em miúdo e fiquei logo fã, sendo que ainda nem tinha visionado o capítulo anterior.
    Escusado será dizer que quis logo vê-lo!;
    "Um azar do caraças" é hilariante! Adorei as piadas cinéfilas (quando os personagens interpretados pelo Paul Rudd e o Seth Rogen se juntam, é um fartote!) e é daquelas películas que revejo com (muito) prazer;
    "O exorcista" é mais uma longa-metragem que tive o prazer de ver quando era pequeno e fiquei "acagaçado".
    Continuo um grande fã, mas perdi o medo, pelo menos!;
    finalmente, o "Carros" é o meu filme de animação predilecto pois considero que a Pixar nunca se esmerou tanto como nessa fita.
    A animação está assombrosa, todos os carros têm um detalhe fabuloso e assiste-se a uma boa junção de momentos cómicos com outros mais ternurentos.

    ResponderEliminar
  3. MIUDA DO LADO: Só ainda não vi A ORIGEM, mas não me identifico com nenhuma das escolhas.

    CLOSE UP: UM AZAR DO CARAÇAS para definir o género comédia? Custa a crer, tamanha escolha. Quanto a'O EXORCISTA terei provavelmente que o rever mas não o considero um grande filme. Tenho mesmo que o rever, não o vejo há anos. Agradeço pela participação, não temos os gostos em comum ;)

    Cumps.
    Roberto Simões
    » CINEROAD - A Estrada do Cinema «

    ResponderEliminar
  4. Antes de mais alegro-me pelo regresso desta iniciativa, que muito estimo.

    Em relação às escolhas não posso dizer que me identifico com todas e em geral. No entanto tem títulos interessantes.

    A Origem é mesma a escolha que mais partilho, completamente e de caras. Considero-o um filmaço, para mim será mesmo um dos marcos do cinema em geral e do meu cinema :)

    Star Wars é uma escolha segura e coerente, e identifico-me em parte. Nada a dizer.

    Um azar do Caraças de facto também não me parece definidor de coisa alguma, posso dizer que passei um bom bocado a vê-lo, entreteve-me, nada mais. Por isso não concordo.

    O Exorcista quer queiramos quer não é um clássico, um marco do género terror. Assustou, assusta e irá assustar certamente muitas gerações de espectadores. Ainda assim, não me identifico, não o acho o grande filme que tanto proclamam, nem tão pouco me aterrorizou como pensava, muito embora e tal como disse percebo e até reconheço a ousadia e inovação à data.

    Por fim Carros, ainda que não seja uma escolha óbvia e totalmente condizente para definir o género, tenho a dizer que até me identifico. É mais uma pérola da Pixar, algo subvalorizada a meu ver.

    abraço

    ResponderEliminar
  5. "A origem" é o velho cliché de escolher um filme que agrade a todos (mas nem por isso).
    "O Império Contra-Ataca" é o piorzinho da primeira série do Star Wars".
    Nunca vi o "Um Azar do Caraças", mas não me parece que seja alguma coisa do outro mundo.
    "O Exorcista" é uma boa escolha, mas parece-me ser um filme que não resistiu bem ao tempo, ao contrário, por exemplo, do "Massacre no Texas" (o primeiro).
    Quanto ao "Carros", não gosto muito, de animação há muito melhores.
    Acho uma escolha um bocado verdinha, mas cada um tem o seu gosto :)

    ResponderEliminar
  6. Mas colocaram aqui o Close-Up! para quê?
    Para o enxovalharem?

    ResponderEliminar
  7. Me,myself & I!: Apelo, por favor, à utilização deste espaço para debater cinema. O que acha das escolhas em questão?

    Cumps.
    Roberto Simões
    » CINEROAD - A Estrada do Cinema «

    ResponderEliminar
  8. Peço perdão por não ter escolhido filmes do Tarantino, Lynch, Kubrick, Oliver Stone ou o que mais quiserem.
    Acima de tudo, posso ter as minhas escolhas.
    Se define ou não para vocês, define para mim!

    ResponderEliminar
  9. Claro que podes ter as tuas escolhas.
    São escolhas. E são tuas. Ninguém tem nada a dizer, uma vez que as justificaste.
    Só posso dizer que não concordo mesmo em nada :)
    Parecem-me escolhas algo redutoras, mas respeito-as, como é óbvio!

    ResponderEliminar
  10. Mais até do que "definir um género", são gostos pessoais!
    Talvez se tivesse escolhido "Os condenados de Shawshank", "Se7en", "Matrix", sei lá, tantos outros que aprecio mas que estão um pouco abaixo nas minhas preferências, não houvesse tanta discussão.

    ResponderEliminar
  11. Mas não há discussão, close up! ;)
    Há pessoas que concordam contigo e há pessoas que não concordam.
    Fosse eu ou outra pessoa qualquer a fazer as escolhas e a discussão iria aparecer de qualquer maneira :)

    ResponderEliminar
  12. O que eu gostava de ver nestas listas, era menos filmes americanos, e mais filmes do resto do mundo.
    Também noto que muito pouca gente conhece obras anteriores a 1970. Mas enfim, são gostos.
    Acho que o próximo desafio vai dar ás pessoas mais largas para puxarem pela imaginação, por isso espero ver aqui umas grandes listas :)

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2016 de Roberto Simões