sexta-feira, 24 de julho de 2009

Iniciativas: AS 10 MELHORES REALIZAÇÕES DOS ANOS 00 (2000-2009)

O CINEROAD e o SPLIT SCREEN
apresentam
uma iniciativa conjunta para dar a conhecer, de acordo com os autores de ambos os blogs, as 10 melhores realizações dos anos 00 (2000-2009).
_________

Eis as 10 melhores e mais marcantes realizações dos anos 00, segundo o CINEROAD*:

1. O AVIADOR (2004), de Martin Scorsese. O Aviador é um exemplo perfeito de como transformar aquilo que poderia ser um mero biopic numa inspirada obra-de-arte. E que obra-de-arte. Um brilhante e meticuloso exercício de cinema. De puro cinema.


2. BABEL (2006), de Alejandro González Iñarritu. Uma realização brilhante e originalíssima, fria e crua. Uma obra-prima do cinema contemporâneo.


3. CIDADE DE DEUS (2002), de Fernando Meirelles. Intenso. Um retrato de violência genial e incrivelmente bem feito. A inquieta câmara de Meirelles é samba, um samba de captação de emoções: quase sempre imparável.


4. O FABULOSO DESTINO DE AMÉLIE (2001), de Jean-Pierre Jeunet. Da inocência e solidão, à imaginação e criatividade, à aventura e ao amor, Jean-Pierre Jeunet dá asas à sua mais criativa genialidade na concepção deste filme... perfeito. Também o seu Um Longo Domingo de Noivado é um marco incontornável destes anos 00.


5. THE FOUNTAIN - O ÚLTIMO CAPÍTULO (2006), de Darren Aronofsky. Extremamente poético, filosófico, deslumbrante. Uma experiência verdadeiramente assombrosa e orgásmica. Uma obra-prima perfeita. Um dos melhores filmes de sempre.


6. HAVERÁ SANGUE (2007), de Paul Thomas Anderson. Uma autêntica lição de cinema. De um virtuosismo clássico e redentor.


7. OLDBOY - VELHO AMIGO (2003), de Chan-Wook Park. Uma hipnótica e original experiência, de grande confluência estética.


8. ORGULHO & PRECONCEITO (2005), de Joe Wright. Um filme brilhante em todo o seu virtuosismo e delicadeza. E tão subtil...


9. O SENHOR DOS ANÉIS (2001, 2002, 2003), de Peter Jackson. O melhor filme de sempre. Nenhum outro se compara a O Senhor dos Anéis; seja em originalidade, seja em grandeza, seja em genialidade, seja em excelência. Depois da obra-prima, consumada em três partes do éter, o mundo da sétima arte nunca mais seria o mesmo...


10. UM SONHO ENCANTADO (2006), de Tarsem Singh. A perfeição existe. Visualmente espectacular e delírio orgíaco de cores e sensações, Um Sonho Encantado é a obra-prima perfeita. E a perfeição está lá, no todo e em cada uma das partes, em cada frame.

* De entre as obras por mim visualizadas com ano de produção entre 2000 e 2009. A disposição dos títulos foi feita por ordem alfabética (excluamos os artigos definidos e indefinidos) e não por ordem de preferência.

________________

Menções honrosas: A Viagem de Chihiro (2001), de Hayao Myiazaki; Mulholland Drive (2001), de David Lynch e O Novo Mundo (2005), de Terrence Malick.
________________

Visite/a já o SPLIT SCREEN, do Tiago Ramos, e consulte/a aquelas que são para ele as 10 melhores realizações dos anos 00 (2000-2009).

E para si/ti? Quais as 10 melhores realizações dos anos 00 (2000-2009)? Participe/a!

24 comentários:

  1. Completamente díspares das minhas, mas perfeitamente fundamentadas e compreensíveis! :D

    ResponderEliminar
  2. Por meu lado, concordo absolutamente com todas!

    ResponderEliminar
  3. Excelente iniciativa. Dou-te desde já os meus parabéns pela mesma. Quanto às tuas escolhas, pouco tenho a dizer do que já visualizei. São todos exemplos muito perfeitos de como fazer cinema.

    Relativamente às minhas escolhas seria impossível não destacar Clint Eastwood (talvez destacasse Mystic River ou Changelling). Destacaria também Quentin Tarantino por Kill Bill e FIncher por Benjamin Button. A realização de Michel Gondry por Eternal Sunshine também é muito interessante. Por último referiria anida Kar Wai por My Blueberry Nights.

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. TIAGO RAMOS: Realmente, muito díspares. O FABULOSO DESTINO DE AMÉLIE foi mesmo a única coincidência entre as nossas listas, se bem que os nomes de Alejandro G. Iñárritu e Joe Wright sejam também coincidentes, ainda que por outros títulos. E também há o caso de David Lynch, ao qual fiz uma menção honrosa.

    Posso dizer-te que o volume primeiro de KILL BILL, de Quentin Tarantino, e THE PIANIST, de Roman Polanski, por pouco não configuraram na minha lista final dos 10.

    Pronto, está lançada a nossa pequena iniciativa; foi para mim um prazer levá-la a cabo conjuntamente com o SPLIT SCREEN, blog pelo qual tenho a maior admiração e no qual encontro uma grande qualidade editorial e de conteúdo.

    MARTA: Sinal que temos apreciações muito semelhantes! ;)

    Agradecimentos especiais ao Diego Rodrigues, do Cinemania, do qual partiu a ideia para esta iniciativa.

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  5. Excelente iniciativa. Devo dizer que concordo plenamente com esta lista que apresentaste. :)

    Abraço.

    ResponderEliminar
  6. Hmm apreciei imenso a tua escolha em relação ao Joe Wright. É dos meus favoritos, sabe-lo bem... contudo, há que admitir que ele mostrou mais talento com o brilhante "Expiação" :P
    Já agora, é verdade que a Blanchett vai participar no Indian Summer? :D

    Abraço!

    ResponderEliminar
  7. No geral até estou de acordo com as tuas escolhas.
    Amélie para mim, sempre constará em listas de bons filmes, assim como Orgulho e Preconceito.
    Parabéns pela iniciativa ;)

    ResponderEliminar
  8. Por acaso, concordo mais facilmente com as escolhas do Tiago Ramos, mas tens aí títulos (O Fabuloso Destino de Amélie, Babel) que muito possivelmente incluiria também na minha lista.

    Abraço!

    ResponderEliminar
  9. FIFECO: Obrigado, Fifeco. Identifico-me com a tua afirmação: "são todos exemplos muito perfeitos de como fazer cinema"; penso que as minhas escolhas constituem um leque muito variado e internacional, mas sempre sublime de expressar a linguagem maior do cinema enquanto arte.
    Como já referi no comentário anterior, o volume 1 de KILL BILL esteve muito próximo de configurar na lista, sabes que admiro essa obra de Tarantino. Fincher por acaso nunca esteve na mira das minhas escolhas e é claro que Gondry e O DESPERTAR DA MENTE e Clint Eastwood seriam sempre muito boas escolhas.
    Quanto à obra de Kar Wai, ainda não a conheço. Fica para breve.


    FERNANDO RIBEIRO: Fico muito contente pelo facto de as nossas escolhas e gostos coincidirem. E muito obrigado pela visita. Tenho por ti uma enorme consideração e reconheço em ti toda a qualidade de conteúdos do teu agora site.

    FLÁVIO GONÇALVES: Eu sei que és um dos meus, no que se refere a admiração pela obra de Joe Wright. EXPIAÇÃO é de facto um filme magnífico, mas pessoalmente gosto muito mais da adaptação do romance de Jane Austen.
    Já agora, quais seriam as tuas escolhas?

    GEMA: Obrigado! Fico feliz por concordares com as escolhas!
    Já agora, quais seriam as tuas escolhas?

    JACKSON: Esses dois títulos são obras-primas sublimes. Muito bem, o Tiago fez também óptimas escolhas.

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  10. Se ao invés de: "AS 10 MELHORES REALIZAÇÕES DOS ANOS 00 (2000-2009)" fosse: "AS 10 REALIZAÇÕES MAIS IMPORTANTES DOS ANOS 00 (2000-2009)", concordaria mais contigo. Em tempo, só tiraria desta lista: O Senhor dos Anéis, O Aviador e Babel.
    Bela iniciativa, meus parabéns!!

    Abraço!!

    ResponderEliminar
  11. RAPHAEL VAZ: Para mim, as melhores ou as mais importantes coincidem. Por serem as mais importantes é que são as melhores. Não consigo compreender muito bem o que quiseste dizer: qual é a diferença, para ti, entre as melhores e as mais importantes?
    Seja como for, as três obras que tirarias são três obras que eu dificilmente não incluiria.

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  12. FILIPE, É UMA BOA LISTA, SÓ QUE EU JAMAIS DEIXARIA MOULIN ROUGE DE FORA, ELE É O MEU PREFERIDO.

    ABRAÇOS

    ResponderEliminar
  13. Dos exemplos que indicas,apenas vi os Senhores dos Anéis e o Babel,e concordo contigo.

    Contudo,gostaria de deixar uma nota negativa(na minha opinião e espero não ser muito apedrejado por isto) em relação ao Haverá Sangue,que aos 10 minutos já me estava a aborrecer,e que parei de ver à hora e meia.

    em relação às minhas escolhas,tenho de referir
    - Martin Scorsese,por Gangs de Nova Iorque
    -Woody Allen,por Match Point
    -David Fincher,por Benjamin Button
    talvez Chris Nolan pelos dois Batman's
    e ainda um destaque especial para Peter Jackson,pelo primeiro Senhor dos Aneis.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  14. Concordo com a inclusão das de Scorsese, Anderson e Lynch, e acrescentaria as de Eastwood (IWO JIMA), Shyamalan (UNBREAKABLE), Cronenberg (A HISTORY OF VIOLENCE), Weir (MASTER & COMMANDER), os Coen (NO COUNTRY FOR OLD MEN), entre outros.

    ResponderEliminar
  15. Acho "O Aviador" um trabalho menor do Scorsese e não gosto de "A Fonte". Mas gostei da lista. Incluiria "Menina de Ouro", "Onde os Fracos Não Tem Vez" e "Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças".

    Abs!

    ResponderEliminar
  16. BRENNO BEZERRA: MOULIN ROUGE é um filme muito bom, por pouco não entrou nesta lista. É um filme importantíssimo.

    JACKIE BROWN: Os títulos por ti escolhidos também são muito bons! HAVERÁ SANGUE é mesmo a nossa grande discordância.

    GUSTAVO H.R.: Também gosto bastante das tuas escolhas, exceptuando essa obra de Shyamalan.

    BRUNO SOARES: As tuas escolhas também as considero muito boas, mas quanto às obras de Scorsese e Aronofsky é-me impossível concordar contigo. Já agora, só por curiosidade, porque não gostas de THE FOUNTAIN?

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  17. Aqui vão as minhas escolhas, aleatoriamente:

    1 - O Fabuloso Destino de Amélie, (2001) Jean-Pierre Jeunet

    2 - Orgulho e Preconceito, (2005) Joe Wright

    3 - Moulin Rouge, (2001) Baz Luhrmann

    4 - Gangs de Nova Iorque, (2002) Martin Scorsese

    5 - Kill Bill, (2003/2004) Quentin Tarantino

    6 - Cidade de Deus, (2002) Fernando Meirelles

    7 - Castelo Andante, (2004) Hayao Miyazaki

    8 - Domadora de Baleias, (2002) Niki Caro

    9 - Quem Quer Ser Bilionário?, (2008) Danny Boyle

    10 - Piratas das Caraíbas, (2003/2006/2007) Gore Verbinsky

    Em relação á trilogia dos Piratas, o único que não gostei tanto foi o último, mas no geral achei que foram todos muito bem realizados.

    Existem outros que acho que estão bem realizados, mas uma lista tão pequena é muito complicada de fazer... tentei dar o meu melhor ;)
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. GEMA: Excelentes escolhas, só não consigo concordar com PIRATAS DAS CARAÍBAS ou A DOMADORA DE BALEIAS, do qual não gostei nada.

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  19. Gostei da ideia :)

    there will be blood
    hero
    mulholland drive
    in the mood for love
    kill bill
    the village e signs
    mystic river e gran torino
    25th hour
    femme fatale
    munich
    rescue dawn
    we own the night
    little children
    zodiac

    dos que me lembro, ups são mais de 10

    ResponderEliminar
  20. JOÃO: São mais de 10, são, mas todas excelentes escolhas! Já tenho o DVD do DIAS DO PARAÍSO, depois passo pelo teu blog, como te disse, é só vê-lo =P!

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  21. Quando digo mais importante, é para o cinema de uma forma geral. Já os melhores, quando gosta filme, ou seja, algo mais pessoal.
    Benjamim Buton por exemplo. Não o achei isto tudo, mas reconheço sua importância. Assim como Senhor dos Anéis.

    Abraço!!

    ResponderEliminar
  22. RAPHAEL VAZ: Continuo sem atingir a compreensão do que você me quer dizer com essa diferenciação. Para mim, como disse, as melhores ou as mais importantes coincidem. Por serem as mais importantes é que são as melhores.

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  23. Não me posso perdoar, pois esqueci-me de um filme que achei nota 10 no seu todo (incluindo como é óbvio, a realização).

    Colisão, (2004) Paul Haggis

    ResponderEliminar
  24. GEMA: Não constaria certamente na minha lista, mas é um grande filme sem dúvida.

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2017 de Roberto Simões