quinta-feira, 9 de julho de 2009

SHINING (1980)

PONTUAÇÃO: EXCELENTE
★★★★★
Título Original: The Shining
Realização: Stanley Kubrick
Principais Actores: Jack Nicholson, Shelley Duvall, Danny Lloyd, Scatman Crothers

Crítica:

O LABIRINTO DO MEDO

Uma obra-prima assombrosa e arrepiante. Com uma encenação de génio, uma escolha de planos meticulosa e uma sublime arte de filmar, Shining é uma triunfo absoluto, extremamente bem feito. O elenco é excepcional: Jack Nicholson (impressionante, na sua personagem psicótica e de outro mundo), Shelley Duvall (transfigura-se sob a direcção obsessiva e opressiva de Stanley Kubrick) e o pequeno e bem escolhido Danny Lloyd. A banda sonora (Wendy Carlos) desempenha um papel fulcral na criação do suspense crescente e os criativos cenários e iluminação para todo aquele ambiente hipnótico e assustador. Detentor ainda de um magnífico trabalho de montagem, repleto de cenas marcantes e de uma imagística poderosíssima, eis, intenso, transcendente e iluminado pelo éter, um dos melhores filmes de sempre.

15 comentários:

  1. Talvez este para mim seja o melhor do Kubrick. Pelo menos foi o filme que mais me deu arrepios em toda a minha vida. Um clássico.

    ResponderEliminar
  2. Isto sim, apelidaria de obra-prima :p

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Uma aula que ensina como fazer um clássico com pouquissímos atores, talentosos é claro, utilizando um cenário simples e idéias geniais.

    Nicholson no seu papel preferido: do cara totalmente maluco.

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. PRECISO URGENTEMENTE CONHECER AS OBRAS DESSE GÊNIO.

    FELIPE, PARABÉNS PELO BLOG

    ResponderEliminar
  5. Este tenho-o na "pilha" dos filmes que tenho para ver ainda... e estou bastante ansiosa para o ver ;)

    ResponderEliminar
  6. Lady on the Radiator12 de julho de 2009 às 01:29

    é um excelente filme, mas mais uma vez não nos mesmos parâmetros do 2001. para o kubrick fazer deste filme o que ele é teve que rasgar (literalmente) 90% da livro do King, criando do zero basicamente tudo. para além disso é um filme estilizado. como eu já referi, adoro kubrick e este é sem dúvida um dos melhores, quer pelo argumento, quer pela incursão no universo thriller psicológico (desde já fora da aréa de especialidade do realizador), quer pela qualidade da interpretação. no entanto está num universo completamente á parte doo 2001. aguardo avidamente pela crítica Filipe

    ResponderEliminar
  7. A outro realizador diria-se de obra-prima, mas como se trata de Kubrick na direcção, fica-se pela obra menor. Não que desvalorizando, pois identifica-se como um dos meus predilectos do género (que, diga-se, sofreu um grande twist com este). Simplesmente não possuí a universalidade de outras obras do autor, apesar de que não fora destinado a isso.
    Mas um MUITO BOM servia-lhe bem. Ou talvez um EXCELENTE, mas face a outros títulos em comparação, é um caso a ponderar.

    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Filme brilhante e intrigante, atuação memoravel do Jackson!!!

    Putz muito bakana o banner do blog hein parabens!!!!!!

    ResponderEliminar
  9. Gosto do filme, mas para mim não é um dos melhores do Kubrick.

    ResponderEliminar
  10. CIRO HAMEN: Um clássico absoluto. Para mim não é o melhor, mas é um dos 3 melhores.

    FIFECO: Também eu :)

    HUGO: Subscrevo inteiramente! ;)

    BRENNO BEZERRA: Obrigado pelas congratulações. Quanto a Kubrick, está na altura certa de certeza!

    GEMA: Vais adorar, certamente! Mesmo que primeiro estranhes, hás-de entranhar-te DE CERTEZA ;)

    LADY ON THE RADIATOR: Estamos de acordo, é um excelente filme, mas 2001 é a grande obra de Kubrick. Perfeita.

    JACKSON: Pois, está ponderado: EXCELENTE ;)

    YGOR MORETTI FIORANTE: Obrigado pelo elogio, é competência do Jackson, o designer ;) Quanto ao SHINING, pois estamos de acordo!

    VINICIUS P.: Para mim, como disse, não é o melhor, mas é um dos três melhores. Excelente filme.

    Obrigado a todos, voltem sempre!
    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  11. Deste tenho apenas algumas imagens e todas arrepiantes de certa forma. Tenho de o ver de novo, até porque juntar um mestre Kubrick a outro King (esta provavelmente a sua obra maior) só pode ser sublime.

    Abraço

    ResponderEliminar
  12. ADDCRITICS: Revê SHINING, então. É um clássico absoluto, genial. Os Condenados de Shawshank, também baseado numa obra de Stephen King, é igualmente um filme sublime, ainda que num registo distinto.

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  13. Grande filme. Fiquei entusiasmado com a realização de Kubrick. Especialmente sendo este o primeiro que vejo dele, e havendo portanto tanto ainda por explorar e conhecer.

    Quanto a este, é de certeza dos melhores filmes do género de terror, suspense que já assisti. Maravilhoso a forma equilibrada e nunca cansativa como o cineasta nos conta a história.

    Diria que o sucesso deste filme se deve a três factores, essencialmente. O primeiro referente ao argumento muito bem adaptado e reescrito. O segundo diz respeito à enorme prestação de Jack Nicholson. Muito bem desenvolvida e aterrorizante. Por último, o terceiro e com certeza o mais preponderante referente à realização de Kubrick. Salta à vista a inspiração, o talento e a constante procura de inovar. Muito bom mesmo. O trabalho de câmara tem momentos bastante marcantes, assim como a escolha de certos planos.

    Bom começo o meu, arrisco-me a dizer. Para breve estará toda a filmografia deste senhor. Não vou particularizar este ou aquele filme, pois quero mesmo ver todos, já que não são muitos.

    abraço

    ResponderEliminar
  14. JORGE: Concordo totalmente. Destacaria também a interpretação de Shelley Duvall e a banda sonora. Creio que, de todos, talvez o que vás gostar menos seja BARRY LYNDON. De qualquer das formas, boas descobertas! O meu favorito é mesmo 2001. De DE OLHOS BEM FECHADOS gosto cada vez mais e mais, adoro o LARANJA, o DR. ESTRANHO AMOR! Enfim, boas descobertas!

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  15. Vou contar uma história simples para uma sessão de cinema simples:
    o Shining foi o último filme a correr no ex Cinema Monumental em Lisboa, e da qual fui a essa sessão.
    Quanto a este filme é uma paixão e a mestria da arte de reprentar, da realização, e não esqueçer quem escreveu a história Stephen King.
    Falar sobre este grande mestre da 7ª arte é a intemporal. Quanto ás suas obras concerteza que haverá devergências no conjunto da sua filmografia é dizer obrigatóriamente imperdível.
    JMAbreu

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2017 de Roberto Simões