sexta-feira, 27 de agosto de 2010

AS FÉRIAS DO SR. HULOT (1953)

PONTUAÇÃO: MUITO BOM
Título Original: Les Vacances de Monsieur Hulot
Realização
: Jacques Tati

Principais Actores: Jacques Tati, Nathalie Pascaud, Micheline Rolla, Valentine Camax, Louis Perrault, André Dubois, Lucien Frégis, Raymond Carl, René Lacourt, Marguerite Gérard

Crítica:

FÉRIAS ATRIBULADAS

Quando o barulhento carro do Sr. Hulot chega à praia, que nem uma sucata móvel num belíssimo dia de verão, esvaem-se, por completo, as esperanças de umas férias pacíficas para as dezenas de hóspedes do Hôtel de la Plage. Rara será a noite, aliás, em que as luzes dos quartos não se iluminarão, a meio da noite, sobressaltadas com as insólitas aventuras e desventuras da personagem, pela paradisíaca paisagem da estância balnear.

Tati explora o cómico de situação como ninguém, potenciando o hilariante a partir da pantomima e do mínimo de diálogos possível. O leque de personagens é também ele caricato. A cada dia, a magistral fotografia da obra (Jacques Mercanton e Jean Mousselle) enquadra cenas memoráveis, da desastrada chegada ao hotel à desastrada noite da pirotecnia. Tal como os diálogos, também os sons são escassos, aproximando o filme do cinema mudo. Os poucos sons surgem apenas quando necessários. O tema musical (Alain Romans) é ciclicamente motivado, convocando a rotina do dia-a-dia, chegando mesmo a jogar com o som do rebentar das ondas do mar, inicialmente, durante o genérico de abertura. A sátira às tecnologias também marca presença: é rara a inovação que não complique, sejam os altifalantes que anunciam a chegada do comboio, sejam os automóveis, sejam as telefonias.

Enfim, mais um daqueles pedaços de cinema verdadeiramente brilhantes, essenciais e imperdíveis. Clássico absoluto.

9 comentários:

  1. Filme já analisado no blog do Rato e que pessoalmente considero o melhor Tati de sempre e uma obra-prima absoluta do Cinema.
    Hoje, numa livraria de um centro comercial, vi pilhas do filme a menos de 2 euros cada exemplar. Liquidação ou promoção, não faço ideia, mas ninguém pode agora invocar qualquer razão para faltar à chamada e deliciar-se com o humor único e muito peculiar de monsieur Hulot.

    ResponderEliminar
  2. É um grande filme sim senhor e Tati... é um génio. Espero grandes coisas de L'ILLUSIONISTE, filme animado este ano com um argumento escrito por ele. E que tem tido enormes críticas.

    Abraço,

    Jorge Rodrigues
    http://dialpforpopcorn.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. RATO: Não o considero uma obra-prima, mas é sem dúvida um filme magistral. Ainda assim, pessoalmente, prefiro O MEU TIO (isto a propósito de saber que preferes este). Mas Tati é todo ele tão bom que venha o diabo e escolha! ;) O DVD do filme saiu hoje com o jornal Público.

    JORGE RODRIGUES: Também aguardo pelo filme com especial curiosidade. Quanto a este AS FÉRIAS, é sem dúvida um grande filme. Inevitavelmente.

    Cumps.
    Roberto Simões
    » CINEROAD - A Estrada do Cinema «

    ResponderEliminar
  4. Ah... então estão explicados os montes de DVDs que eu vi...

    ResponderEliminar
  5. É fabuloso, imperdível. Engraçadíssimo mesmo (não sei se isto tem a ver com o surgimento da tua crítica, mas arranjei isto ontem com o público)

    ResponderEliminar
  6. RATO: Sim, está explicadíssimo ;)

    DIOGO F: Eu já andava para comprar o filme há que tempos, mas quando soube que sairia com o jornal, não quis perder a oportunidade. Já agora, lançavam também o PLAYTIME, já que também lançaram O MEU TIO. Fica a sugestão! ;)

    Cumps.
    Roberto Simões
    » CINEROAD - A Estrada do Cinema «

    ResponderEliminar
  7. Roberto, grande ideia, podiam lançar não só o Play Time, mas também o Jour de Fête e o Trafic :)

    ResponderEliminar
  8. ÁLVARO MARTINS: Sim, sim. Nunca se sabe quem pode ler isto, aqui ficam as sugestões!

    Cumps.
    Roberto Simões
    » CINEROAD - A Estrada do Cinema «

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2017 de Roberto Simões