sexta-feira, 12 de março de 2010

Ainda sobre UMA NOVA ESPERANÇA

"Ora bem, com este "Episódio IV: A Guerra das Estrelas" confesso que fiquei algo surpreendida, pela positiva - atenção, eu ODIAVA estes filmes.
Existem imensos erros, mas também estamos a falar de 1977 e não de 2010, onde ainda não existiam tantos "materiais" como os que existem nos nossos dias..."
Gema, Os Filmes da Gema

"Se existem momentos decisivos na definição do rumo da Sétima Arte, o aparecimento de Star Wars foi, sem qualquer margem para dúvidas, um deles. O impacto na sociedade mundial da altura e na comunidade cinematográfica foi tal que rapidamente gravou o seu nome nas paredes da eternidade cinéfila. O filme foi, é e continuará a ser estudado, não só pelas suas especificações técnicas e artísticas (quando nos reportamos aos valores de produção) mas também por todo o processo financeiro inerente ao projecto que culminou na elevação de um homem estatuto, George Lucas, a milionário instantâneo. De todos os filmes da extensa saga, A New Hope continua a ser o meu favorito, aquele que mais me marcou e, de certa forma, aquele que de modo mais perfeito me reportou ao cativante, penetrante e futurista universo que trespassa. Ademais, pode ser visto como o filme familiar perfeito cujos condimentos são dotados da dose ideal, quer nos refiramos à comédia, ao drama, à acção ou ao romance. Existe incerteza mas existe continuação. Personagens memoráveis, realização soberba, argumento notável, visualmente estonteante, A New Hope segue uma linha de orientação vencedora que abraçou famílias durante décadas e que dificilmente desagradará as novas gerações. Numa época em que abundam os blockbusters de péssima qualidade sinto-me saudoso, saudoso por uma época em que não vivi mas que ardentemente espero recuperar. Filmes como este, há poucos!"
Filipe Coutinho, Cinema is My Life

"Em 1977, quando o filme estreou, eu não era nascido, mas não é por isso que goste menos. Começo logo pela partitura inicial criada pelo mago John Williams. Mesmo quem não viu, reconhece a música que acompanha o início. George Lucas fez bem em preferir começar a saga pelo episódio IV. E que melhor maneira de começar! Um leque de personagens que ficam para a história. Afinal quem não conhece o trio Luke, Lei e Han Solo? O filme até tem defeitos, mas quem lhes liga quando se está presente num filme que redefiniu a cultura pop do mundo ocidental? Um clássico. 10/10"
João Bastos, Revolta da Pipoca

2 comentários:

  1. Grandes frases que eternizam o mundo emocionante e nunca antes visto de Star Wars!

    Abraço
    Cinema as my World

    ResponderEliminar
  2. NEKAS: Ajudarão a eternizá-lo, provavelmente, sim ;)

    Cumps.
    Roberto Simões
    » CINEROAD - A Estrada do Cinema «

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2017 de Roberto Simões