sexta-feira, 21 de maio de 2010

A ESTAÇÃO (2003)

Um anão-fã-de-comboios (assombrado pelos seus estigmas), uma desastrada irremediável (ferida pela morte do filho) e um vendedor de cafe con leche, fala-barato e de fácil amizade, ainda que sem sucesso.
Três pessoas solitárias e que encontram na amizade a salvação e a razão para abraçar a vida.

Não é um verdadeiro portento artístico, mas constitui uma experiência absolutamente descomprometida, bastante naïf e que nos conquista com a sua simplicidade.

PONTUAÇÃO: BOM

2 comentários:

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2020 de Roberto Simões