domingo, 13 de setembro de 2009

O Prazer da Redescoberta


É por demais prazeroso quando redescobrimos uma obra. Aconteceu-me recentemente com duas: O Segredo de Brokeback Mountain (2005) de Ang Lee e O Paciente Inglês (1996) de Anthonny Minghella.
É certo que a nossa maturidade evolui, assim como os nossos gostos e percursos pessoais. Mas no caso destes dois filmes, todavia, creio poder destacar um outro elemento, para mim verdadeiramente determinante na sua avaliação: a expectativa. Refiro-me claramente ao jogo de expectativas que exercemos sobre uma obra antes de a vermos. E nem sempre as expectativas se superam - nestes casos, em que a expectativa parece ter tanto peso, vemos o filme não como ele é (na sua essência e autêntica natureza), mas sim em comparação com o filme que idealizámos. Aí, na maior parte das vezes, o filme sai a perder.

Felizmente, as segundas - às vezes, terceiras - oportunidades vêm reposicionar-nos e fazer finalmente com que encaremos o filme desprovidos de preconceitos... entramos pois no espírito do filme e compreendemos a sua fórmula. É por isso que O Segredo de Brokeback Mountain e O Paciente Inglês são agora dois novos filmes para mim, duas redescobertas extraordinárias.

4 comentários:

  1. Quanto a O Segredo de Brokeback Mountain não se passou isso, porque vi-o muito recentemente. Mas quando vi o teu post sobre O Paciente Inglês pensei precisamente no post. Vi-o há uns anos e a minha maturidade intelectual e emocional não era igual, pelo que confesso que na altura não me causou grande efeito. Tenho de voltar a ver!

    ResponderEliminar
  2. Brokeback Moutain é um grande filme, mas O Paciente Inglês não me agrada tanto assim.

    ResponderEliminar
  3. Eu assisti apenas uma vez estes dois filmes e tive a melhorar impressão possível destas obras.
    O filme "O Segredo de Brokeback" é um grande drama, uma história de amor proibido polêmica e competente. E "O Paciente Inglês" é outro grande drama, considero ainda melhor e com grandes atuações.

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. TIAGO RAMOS: Eu também não via O Paciente Inglês há uns anos bons. Revi-o recentemente e a nova crítica fala por si.

    PEDRO HENRIQUE: Na minha opinião é um filme magnífico. Mas sou grande admirador de Anthonny Minghella. Sou suspeito.

    HUGO: Eu coloco-os ao mesmo nível ;)

    Obrigado pelos comentários! Voltem sempre!

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2017 de Roberto Simões