quarta-feira, 18 de novembro de 2009

O CORCUNDA DE NOTRE DAME (1996)

PONTUAÇÃO: MUITO BOM
Título Original: The Hunchback of Notre Dame
Realização:
Gary Trousdale e Kirk Wise

Filme de Animação


Crítica: De uma dimensão operática e repleto de personagens memoráveis, O Corcunda de Notre Dame é, inevitavelmente, uma das maravilhas maiores da Disney. Da extraordinária banda sonora de Alan Menken irradia uma alma assaz poderosa, arrebatadora em cada canção. O argumento é de pura excelência dramatúrgica, explorando aquele universo exuberante, rico em cor e em emoções ao rubro. Do sofrido e sonhador Quasimodo ao terrível Frollo, da cigana e bailarina Esmeralda ao justo e corajoso Capitão Febo, do engraçadíssimo Hugo, bobo e narrador, à temperamental cabrinha Djali, às hilariantes gárgulas... que mundo fascinante e apaixonante. Os processos de design e de coloração da obra chegam-nos absolutamente irrepreensíveis, confluindo com subtileza animação digital e a tradicional em 2D. Enfim... um clássico instantâneo sobre religião, humanidade, bondade e beleza interior.

13 comentários:

  1. Já foste adicionado à lista de links close-up! É muito bom ver que a comunidade de cinema em Portugal continua a crescer de maneira tão rápida e com tanta qualidade!

    ResponderEliminar
  2. Apesar de ser um bom filme, ele só me conquistou da segunda vez que o vi.
    Na primeira achei tão chato e longo que cheguei a dormir.

    ResponderEliminar
  3. Gostei de ver este filme, mas não é certamente, um dos meus favoritos da Disney... talvez quando o voltar a ver, tenha outra opinião ;)
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Para mim é sem dúvida dos melhores de animação alguma vez feitos! G-E-N-I-AL

    ResponderEliminar
  5. CLOSE-UP: Obrigado por tamanhos elogios!

    CECILIA BARROSO: O filme é lindo. Talvez tivesses muito cansada? :b Eu adormeci em filmes como A BEAUTIFUL MIND ou THE NEW WORLD... e hoje reconheço-lhes a qualidade...

    GEMA: Para mim, é um dos favoritos Disney.

    JACKSON: Sem dúvida. Maravilhoso!

    Cumps.
    Roberto F. A. Simões
    CINEROAD - A Estrada do Cinema
    (http://cineroad.blogspot.com/)

    ResponderEliminar
  6. Ah, este sim já gostei mais.
    Eu via-o em criança, e tenho ideia que, apesar de nao adorar, lhe achava piada.

    Recordo-me daquele genérico inicial, e da cena final com Paris a arder.

    E atenção à dobragem portguesa, das poucas que merece destaque.

    Onde o arranjaste?

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. JACKIE BROWN: Comprei-o, julgo, na Worten. Mas encontro-o frequentemente à venda na MediaMarket e na Fnac. É uma excelente compra.

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  8. A nível estético e no tradicional 2D, considero-o um dos melhores da Disney. Voltando novamente à história original, não tem praticamente nada a ver, mas adequa-se perfeitamente ao universo Disney e está bem mais simpática (o Dumas que me perdoe). As músicas são clássicos (era vê-los a cantá-las nos ídolos) e o argumento está bastante bom, com algumas piadas excelentes pelo meio, que ainda hoje me fazem rir. E aquela cena quase no fim da lava está excelente. Enfim, opiniões, mas eu sou apaixonada pelos filmes Disney. Com excepção de um outro, gosto verdadeiramente de todos.

    ResponderEliminar
  9. Foi o segundo filme que fui ver ao cinema. :P Gosto bastante, muito rico em termos de argumento e visualmente também.

    ResponderEliminar
  10. JACKSON: A questão não é simples. A tradução do nome em inglês 'Phoebus' seria 'Febo', um nome aliás de raízes mitológicas e com tradição literária. A dobragem portuguesa refere-se-lhe na forma
    'Febos', mas a legendagem refere-se-lhe na forma 'Febo'.
    Optei por esta última designação, por achá-la mais plausível.

    CLÁUDIA GAMEIRO: Estamos inteiramente de acordo. Quanto ao romance de Victor Hugo, já agora - em português de Portugal «Nossa Senhora de Paris» -, recomendo-o vivamente.

    TIAGO RAMOS: ;) Nunca tive o prazer de o ver no cinema, mas também o prazer de vê-lo em minha casa nem por sombras me faz invejar essa oportunidade! ;D Grande, grande filme.

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  11. Este é realmente um filme bastante bom, adoro-o por tantas coisas mas especialmente pelo sofrimento no amor...

    Abraço
    http://nekascw.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  12. NEKAS: Eu gosto dele por outros motivos, mas certamente estamos de acordo ;)

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2017 de Roberto Simões