domingo, 4 de outubro de 2009

A VILA (2004)

PONTUAÇÃO: MUITO BOM
Título Original: The Village
Realização: M. Night Shyamalan
Principais Actores: Bryce Dallas Howard, Joaquin Phoenix, Adrien Brody, William Hurt, Sigourney Weaver, Brendan Gleeson, Judy Greer, Jayne Atkinson, Michael Pitt, Cherry Jones, Celia Weston, Fran Kranz

Crítica:

AS FRONTEIRAS DO MEDO

Um prodigioso conto sobre inocência, amor e impossibilidade. M. Night Shyamalan esvoaça, uma vez mais e com asas de génio, sobre as fragilidades da condição humana. Entre o cosmos e o caos, aquela vila no meio de nenhures representa a eterna e inatingível utopia do retorno à pureza original. Por meio dela, faz-se a reflexão: sociológica, filosófica, ontológica.

Magistralmente filmado e dotado de um memorável trabalho dramatúrgico, A Vila impõe-se, pois, como um clássico absoluto. Uma obra cheia de espírito, suspense e genuíno e enternecedor sentimento. Uma pérola negra; porém, plena de esperança. Magníficos desempenhos de Bryce Dallas Howard e de Joaquin Phoenix (protagonistas de uma das mais belas histórias de amor do cinema recente), de Adrien Brody e de William Hurt. No elenco constam ainda nomes sonantes como Sigourney Weaver, Brendan Gleeson e Michael Pitt. A perfeição da obra não se fica, todavia, pelas metáforas e brilhantes actuações: a direcção artística mostra-se excepcional, assim como o guarda-roupa (que imediatamente nos projecta no antigamente), Roger Deakins deslumbra na cinematografia e James Newton Howard compõe uma extraordinária banda sonora. Portanto, A Vila é, também, tecnicamente irrepreensível.

Um dos filmes mais marcantes da década, absolutamente imperdível. Subtil e perfeito.

24 comentários:

  1. É realmente uma belíssima obra.
    Anseio pela crítica ;)

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Mais uma vez, Shyamalan não desilude! :)

    ResponderEliminar
  3. A Vila pode se dizer que é uma virada do diretor. Se tornou mais intimista e ao mesmo tempo critico. Um diretor realmente dificil e mágico

    Abraços!

    ResponderEliminar
  4. Eu simplesmente adoro esse filme!!!
    E ainda mais sendo obra de Shyamalan e tenho a Bryce Howard Dallas!!!!
    Um dos meus filmes favoritos

    ResponderEliminar
  5. Grande filme. De Shyamalan é dificil escolher o melhor. Mas este anda lá perto!

    ResponderEliminar
  6. Eu sempre gostei desse filme, mesmo com tanta gente decendo a lenha.

    ResponderEliminar
  7. Um dos filmes mais fascinantes de toda essa década!

    ResponderEliminar
  8. A Vila é um filme para poucos, sério. O filme tem uma crítica genial em sua tese, repleta de ideologia, alienação, corrupção! Um deleite para um sociologo, como pretendo ser! Um filme clássico de Shyamalan! Espero ansiosamente pela crítica!


    Abraços!
    Passa lá no Cinemótica.

    ResponderEliminar
  9. JACKIE BROWN: Já está disponível, a crítica! Belíssima obra, de acordo.

    TIAGO RAMOS: De forma alguma, muito pelo contrário: extasia-nos!

    DR JOHNNY STRANGELOVE: Mais crítico? Sim, talvez. Mas não é propriamente uma virada, creio. É mais uma obra sublime com o cunho singular de M. Night Shyamalan.

    RICARDO MARTINS: Também passou a ser dos meus filmes favoritos! ;)

    JOÃO BASTOS: É, de facto, muito difícil escolher o nosso favorito de entre os filmes de Shyamalan. Eu não consigo fazê-lo, mas também não me atrevo ;)

    BRUNO SOARES: Cada um sabe de sim, não é mesmo? :b

    ALEX GONÇALVES: Sem sombra de dúvida!

    MARCELO AUGUSTO CETREUS: Já está disponível, a crítica! Um deleite absoluto.

    Obrigado a todos pelas prestações!
    Voltem sempre!

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  10. Concordo totalmente. É realmente um grande filme, uma verdadeira pérola da incoência e um enorme(ainda que discreto) hino ao amor.

    Howard é magnífica, bem como Brody.

    Abraço

    ResponderEliminar
  11. Disseste tudo! A Vila é uma fita absolutamente tocante, com interpretações sublimes e uma banda sonora de grande qualidade.
    É shyamalan no seu melhor.

    ResponderEliminar
  12. Para mim continua a ser o melhor filme do realizador...

    ResponderEliminar
  13. Acho que eu era muito criança quando assisti a esse filme e não achei nada nele muito funcional.
    Levando em consideração tudo o que você escreveu sobre A Vila e lendo os comentários dos parceiros aos lado, optei por revê-lo e depois voltar aqui para dar uma opinião mais atual e concreta, não embasada pelas lembranças de algo que vi 4 anos atrás.
    :D

    ResponderEliminar
  14. JACKIE BROWN: Muito discreto ;) Mas por isso mesmo tão bonito...

    A35MM: Obrigado ;) É isso mesmo.

    FIFECO: Provavelmente. Eu, como disse acima, não me atrevo a escolher um favorito ;)

    LUÍS: Pois. Foi, provavelmente, há muito tempo que você viu o filme. Reveja, o quanto antes! É ex-cep-cio-nal!

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  15. O mais subestimado de Shyamalan. Uma obra extremamente interessante.

    ****

    ResponderEliminar
  16. De acordo, nada a acrescer! Prova da maturidade e consciência temáticas de Shyamalan.

    ResponderEliminar
  17. Devo ter sido prejudicada, por vi o filme na sequência de Os outros e já estava à espera que se desse ali qualquer coisa. Mas concordo que a ideia está genial eo filme é de facto muito bom.

    ResponderEliminar
  18. CLAUDIA GAMEIRO: Os Outros beneficiou de uma grande influência de Shyamalan, nomeadamente pelo argumento de O Sexto Sentido. São todas grandes obras. Cada uma com o seu toque de genialidade.

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  19. Excelente filme e excelente critica! Concordo com tudo o que escreveste - é um filme belíssimo e subtil.

    ResponderEliminar
  20. PEREIRA: Obrigado! ;) É sem dúvida uma obra sublime e um dos meus filmes favoritos de Shyamalan.

    Cumps.
    Roberto Simões
    » CINEROAD - A Estrada do Cinema «

    ResponderEliminar
  21. grande filme sem duvida

    parabens desde ja pela bela admistração deste blog. Vou passar a visitar com frequuencia.

    comprimentos cinefilos

    ResponderEliminar
  22. Eu não gostei de O sexto sentido e nem de Unbreakable: achei a mensagem "espírita" de uma pobreza filosófica imperdoável. Nuuca mais acompanhei Shyamalan.

    Mas é bom saber que o diretor fez um filme de grande qualidade. Vou atrás.

    ResponderEliminar
  23. ENALDO: Estou certo de que lhe será um autor a redescobrir.

    Roberto Simões
    » CINEROAD «

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2017 de Roberto Simões