sexta-feira, 12 de junho de 2009

O PERFUME - HISTÓRIA DE UM ASSASSINO (2006)

PONTUAÇÃO: BOM
Título Original: Perfume - The Story of a Murderer
Realização: Tom Tykwer
Principais Actores: Ben Whishaw, Dustin Hoffman, Alan Rickman, Rachel Hurd-Wood, Corinna Harfouch, Birgit Minichmayr

Crítica: Brilhante a nível técnico (cinematografia, guarda-roupa, cenários e decoração), detentor de uma prodigiosa banda sonora e ainda de um elenco (todo ele) de boas escolhas (nomeadamente a de um extraordinário Ben Whishaw para desempenhar o papel de Jean-Baptiste Grenouille), o filme de Tom Tykwer esteve muito perto de se autenticar como uma obra magnífica e irrepreensível... não carecesse o argumento de sérias dificuldades narrativas. Nem sempre uma imagem (ou muitas) valem mais do que mil palavras, pois nem sempre as imagens falam por si e bastam para contar uma boa história; eis, notoriamente, um desses casos. Por tudo isso, O Perfume - História de Um Assassino é, inegavelmente, um bom filme, mas não mais do que isso.

22 comentários:

  1. Olá Filipe

    Quando eu li o livro eu gostei muito, é uma história bastante envolvente onde é descrito com detalhes as percepções olfativas do personagem principal. Mas o que mais me chocou foi o final, meu Deus o que é aquilo. O filme é bem legal, mas o final é bem mais bizarro no livro.

    até mais : )

    ResponderEliminar
  2. Nunca vi este , mas confesso que o título me atrai ! E gosto muito do Dustin Hoffman .

    Abraços .

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito do livro e penso que o filme consege, de certa forma, transmitir a sua essência.

    ResponderEliminar
  4. ALTIERES BRUNO MACHADO JUNIOR: A adaptação do romance à grande tela sofreu de várias dificuldades narrativas que não foram, infelizmente, ultrapassadas.

    GABRIEL VON BORELL: A história é bastante interessante. Dustin Hoffman está ao nível de sempre. A grande surpresa é mesmo Ben Whishaw, que está magnífico.

    RAQUEL ROQUE: Provavelmente.

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  5. Li o livro, mas ainda não tive oportunidade de ver o filme. Tenho que o ver...
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Fui ver o filme ao cinema logo após ter lido o livro. A adaptação está muito boa, surpreendeu-me bastante.

    O essencial está lá, acho que fazer um melhor trabalho do que este, na transposição para o ecrã, era difícil.

    E o final está tal e qual como eu imaginava =)

    ResponderEliminar
  7. Gostei bastante do filme, sendo que fiquei com pena de não ter lido o livro antes, que normalmente costuma ser melhor... Agora já é tarde demais, ler livros já sabendo a história, não é para mim...

    ResponderEliminar
  8. penso que deixa desejar,sobretudo pelo exagero no fantástico,especialmente no final...

    cumps

    ResponderEliminar
  9. GEMA: Penso que para quem leu o livro há sempre aquela curiosidade adicional em ver o filme. Vê o filme. É um bom filme.

    JOÃO: Ok. Que pontuação atribuirias então ao filme? 5 estrelas (Muito Bom)?

    PEDRO PEREIRA: Sabes que ler pelo prazer da leitura é por si um acto único e uma experiência diferente. Da mesma forma que se revê um filme sabendo a história, porque adoramos a forma como ela é contada, não vejo porque não se há-de ler com o maior dos prazeres mesmo conhecendo a história.

    JACKIE BROWN: O filme vai facilitando o desinteresse, à medida que caminhamos para o seu final: nisso estamos de acordo, sem dúvida.

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  10. Não não, daria um 8/10, que aliás foi a nota que dei na altura. Apenas vi o filme uma vez, não estava à espera de grande coisa, se calhar foi por isso que me agradou tanto.

    É óbvio que não chega a excelência do livro, mas na minha opinião não vale a pena comparar uma coisa com outra. Qualquer filme fica sempre a perder para o livro. São artes diferentes, são experiências diferentes.

    Já agora não sei se sabias, mas chegou a ser proposto ao Kubrick a realização do Perfume. Ele recusou justificando que era impossível captar os cheiros e odores trancritos no livro para imagens ;)

    ResponderEliminar
  11. Li o livro e gostei bastante do filme, apesar de não ser uma obra-prima. A adpatação está bem conseguida, principalmente a cena final...

    ResponderEliminar
  12. JOÃO: Se calhar foi. Se calhar não.
    Partilho a tua opinião, à letra, quando dizes:
    "É óbvio que não chega a excelência do livro, mas na minha opinião não vale a pena comparar uma coisa com outra. Qualquer filme fica sempre a perder para o livro. São artes diferentes, são experiências diferentes." Menos numa frase: "qualquer filme fica sempre a perder para o livro"; nem sempre.
    Quanto à curiosidade do Kubrick, sim sabia. Mas não dou muita importância. ;)


    FILIPE MACHADO: Eu gosto mais das cenas iniciais... o filme perde um bocado o ritmo à medida que caminha para o fim. O final propriamente dito está muito bem feito e conseguido, mentia-te se dissesse o contrário.

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  13. Todos adoram, acho um simples filme, nada demais!

    ResponderEliminar
  14. Eu gostei muito, deste filme, muito mesmo. Toda a cor do filme e maneira como é filmado retira-lhe toda a verosimilhança e faz com que entremos num mundo imaginário. Quando um filme consegue isso é porque é bom.

    ResponderEliminar
  15. CLEBER: A expressão "simples filme" é muito susceptível a interpretações erróneas. Prefiro dizer que é um bom filme, mas não um filme muito bom.

    ADDCRITICS: Tenho um pouco de dificuldade em subscrever-te.

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  16. Também gostei do filme. Tem uma componente visual muito boa. Mas o argumento, enquanto adaptação, deixa um pouco a desejar...

    ResponderEliminar
  17. Nossa quero ver esse final mais bizarro no livro rsss. Adorei o filme, gosto dos trabalhos do Tom, diretor, um filme um pouco diferfente né?
    muita gente torceu o nariz.

    Abraço e te mais!

    ResponderEliminar
  18. É comum dizer-se que o filme nunca supera o livro, mas esta película consegue melhorar um ou outro aspecto: é o caso da solidão na montanha vivida por Grenouille, no livro pronlonga-se demasiado e de forma enfadonha.

    Quanto às experiências olfativas, sim, o livro fá-lo de forma magistral.
    Não deixa de ser, no entanto, um bom filme :)

    ResponderEliminar
  19. TIAGO RAMOS: Estamos então de acordo. Uma vez mais.

    YGOR MORETTI FIORANTE: Não delirei assim tanto com o filme, mas são gostos! Que mais dizer ;)

    ANDERSON SIQUEIRA: Comentário curioso.

    YIRIEN: O teu ponto de vista é um tanto diferente do que até aqui tinham comentado, é de facto curioso como o filme suscita opiniões tão distintas. Há quem diga que é bom sinal. (Eu tenho, neste caso, as minhas dúvidas :p)

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  20. Eu gostei do filme, mas fiquei curiosa pra saber o que você achou de ruim na narrativa?

    É verdae também que ele é bom e nada mais que isso, mas eu gostei bastante da história. O fato de retraar um assasino e seus sentimentos em relação a vítima é surpreendente.

    ResponderEliminar
  21. MIRELLA SANTOS: Achei que o que faltou na narrativa foi narrativa, precisamente. Às tantas o filme carece em diálogo e vive de sequências bem fotografadas e sonorizadas. E, quanto a mim, falta argumentação para fundamentar as acções dos personagens que se desenrolam à nossa frente sem recurso à "palavra". É como eu disse: nem sempre uma imagem vale mais do que mil palavras.
    No entanto, admito que tenho que rever o filme.

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2017 de Roberto Simões