sexta-feira, 21 de agosto de 2009

As Crónicas de Calcifer (5) - AS PRIMEIRAS IMPRESSÕES DA VISUALIZAÇÃO DE «AVATAR»



A última viagem que fiz durou 20 minutos e foi lá no planetinha que o Jim criou e que chegará até vós em Dezembro próximo.

Atenção ao que vou dizer de seguida. Profecias ou não, entendam-nas como VERDADES ABSOLUTAS:

1. AVATAR é o nome do próximo filme mais marcante da História do Cinema: haverá os filmes antes e após AVATAR.
2. AVATAR é o nome do próximo filme mais cruxificado da História do Cinema.

Agora memorizem bem as duas frasezinhas que aqui a vossa chama de Myiazaki proferiu com a língua a escaldar. Retenham-nas durante os próximos tempos. Verão como tenho razão. E aí compreenderão porque tenho os meus seguidores.

Para os intelectualóides* será um alvo a abater: aparenta viver dos efeitos visuais e da aventura e da acção desenfreadas, que nem um King Kong.
Depois é um filme fantástico e de ficção científica (os dois géneros não são necessariamente a mesma coisa). E todos sabemos as dificuldades de aceitação que ambos os géneros atravessam sempre. Não são para todos, parece.
E, finalmente, aquilo mete... história de amor. Uiiiiiiiii... Pum-pum, puf-puf, boom-boom! Dirão eles*, naquele tom agressivo que todos conhecemos: ACABEM COM O FILME JÁ!!!

A verdade é que sou um céptico do 3D. A futuro do cinema passa pelo 3D? Tenho, ainda, infindáveis dúvidas. Pandora é um planeta extraordinário! Belíssimo, cheio de cor e muito mágico! Porém, quase dá dor de cabeça quando as cenas são de movimentos rápidos. Desfocam, aqui e ali, e aquilo cansa a vista e a cabeça. Depois, há um efeito que não tem a ver com o filme, mas com as legendas: concentramo-nos tanto nas legendas que perdemos imenso do filme, que passa a grande velocidade por detrás da legendagem. Uma questão de hábito? Pois, muito provavelmente. Ou não. Dúvidas, tenho-as eu que baste.

AVATAR será um marco tecnológico. Isso é indesmentível. Mas cinema não é só tecnologia; e aí residirá o maior problema do filme de Cameron.
Quanto valerá, em termos dramatúrgicos, AVATAR?
Não sei - nem sabemos - ao certo. 20 minutos foi uma viagem curta de mais para chegar a uma conclusão. Mas, ou muito me engano, ou não será nada de extraordinário. Há que referir que o 3D acrescenta uma dificuldade extra em sentir a história, tal é a experiência e exigência visual da obra. Há quem diga o contrário.

Primeira sentença? Hmmmmm... Não sei o que dizer. Por vezes parece um puro jogo de computador.
Antes da viagem estava céptico. Agora, depois da viagem, mais céptico fiquei.
Apesar do fascínio. Hmmmmm...

Espera-nos, sem sombra de dúvida, uma experiência genialmente avassaladora e uma nova forma de ver e viver o cinema. O que dizer do filme? Isso, para conseguir dizer com clareza e justiça, vai levar uns aninhos.

AS CRÓNICAS DE CALIFER. A ironia, a sátira, o humor.
Nota: o conteúdo destas «Crónicas de Calcifer» não expressa, necessariamente, as opiniões e interesses do autor deste blog.

9 comentários:

  1. Anciedade!

    Gostei do Blog, vai lá no meu!

    Abç.

    Rodrigo M.

    ResponderEliminar
  2. Hum, então nem a pré-visualização de 20 minutos foi tão espectacular quanto diziam ser... no entanto, sempre é cedo julgar o filme pelo teaser (que muito me desiludiu) ou isto. Mas esperar para ver.

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. RODRIGO MENDES: Bem-vindo ao CINEROAD! Obrigado, já visitei ;)
    Quando a AVATAR, sim: a ansiedade é compreensível.

    FLÁVIO GONÇALVES: Quanto à Crónica do Calcifer não me pronuncio :b mas tenho-te a dizer: o teaser desilude porque Pandora e o Mundo de Avatar só existe realmente em 3D. Tudo o que aparece no teaser é outra coisa em 3D. Espera-nos um marco incontornável, tecnologicamente falando.

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  4. As minhas desiluzões serão que não vou ter cinema para poder apreciar isto como deve de ser.....

    A minhas impressões aqui :

    http://cria-o-teu-avatar.blogspot.com/2009/08/avatars-day-as-minhas-impressoes.html

    ResponderEliminar
  5. Também tive a oportunidade de estar presente. Temo que o filme sejam só efeitos visuais, o que me parece que vá ser. Mas a verdade é que ninguém pode negar a espectacularidade do filme. Nunca se fez disto no Mundo do Cinema, nunca se fez, nem viu 3D desta forma. As imagens são absolutamente estonteantes... O trailer não está nem perto do filme em 3D. Avatar só poderá ser visto dessa forma...

    ResponderEliminar
  6. Acho que foi o primeiro blogueiro de língua Portuguesa a postar impressões sobre o material exibido. Pelo que li, parece que Cameron tenha prometeu mais do que é capaz de entregar (por enquanto). Se o filme não tiver a consistência dramática de T2 ou ALIENS, não irá durar muito.

    ResponderEliminar
  7. NASP: Ai não? Porquê?

    TIAGO RAMOS: AVATAR é cinema-espectáculo na sua melhor forma: é inegável, estamos de acordo.

    GUSTAVO H.R.: O primeiro? Não sei não, talvez ;) Quanto ao que você entendeu, é muito cedo para avançar com conclusões.

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  8. O problema de Avatar poderá realmente incidir no argumento, já que a nível técnico e cinema espectáculo, parece que a prova está dada com este Avatar Day (que, sejamos sinceros, foi para isso que serviu). No entanto, dia 17 de Dezembro descobrimos. O que sei ao certo é que o formato 3D é isto e que, anível de cinema espectáculo (e a nível de realização de filmes), a revolução parece estar confirmada. No entanto, concordo: o filme vai ser revolucionário a nível técnico mas, por mais bom que seja (mesmo em termos de argumento), este vai ser o filme mais crucificado do cinema. Ou vai andar lá perto...

    Cumprimentos,
    Hélder Almeida
    www.moviewagon.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Hahahaha! Bem, eu assisti o trailer e não sei o que pensar ainda. Sinto-me como você talvez, parece uma faca de dois gumes - e também remeti imediatamente a King Kong.
    Resta esperar, um tanto cético, um tanto confiante.

    []s!
    jeff

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2017 de Roberto Simões