quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

BELEZA AMERICANA (1999)

PONTUAÇÃO: MUITO BOM
Título Original: American Beauty
Realização: Sam Mendes
Principais Actores: Kevin Spacey, Annette Bening, Thora Birch, Wes Bentley, Mena Suvari, Chris Cooper, Peter Gallagher, Allison Janney

Crítica:

It's a great thing when you realize you still have the ability to surprise yourself.

Sensacional. Satírica e despudorada crítica de costumes e valores das relações humanas, num argumento tão inteligente quanto ousado e, acima de tudo, muito bem escrito. O argumento, aliás, da autoria de Alan Ball, serve tão perfeitamente os propósitos da comédia como os propósitos da tragédia e disseca, com índole masturbatória e libertadora (e com destino ao íntimo das suas personagens), a cultura de aparências e de hipocrisias da sociedade norte-americana - até certo ponto, sinédoque da sociedade ocidental(izada). Brilhante realização de Sam Mendes e excelente direcção de actores: Kevin Spacey e Annette Bening deslumbram com prestações fenomenais e inesquecíveis.

Beleza Americana é, por tudo isto, a descoberta do verdadeiro «eu» que há dentro de nós. Para além de desejos recalcados e de máscaras... eis a derradeira beleza do mundo. Na simplicidade de nós próprios.

[Nova crítica em breve]

20 comentários:

  1. Grande filme que vai fundo em mostrar a hipocrísia da classe média americana e com ótima atuação de Kevin Spacey.

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Pela primeira vez, vi o filme este fim-de-semana e confesso que, apesar de ser um excelente filme, não me parece que seja o clássico que tantos apontam...

    ResponderEliminar
  3. HUGO: Nem mais! ;)

    TIAGO RAMOS: Sim, eu também não acho que seja essa obra-prima que todos apregoam. Nem tão-pouco uma obra-prima. Mas é um filme muito bom, indiscutivelmente.

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  4. Muito bom. Ousado e crítico. Uma história de primeira.

    ResponderEliminar
  5. Um grande, grande filme. Duvido que Sam Mendes repita, ou se mo permitem, supere o efeito. Beleza Americana é o melhor que se pode fazer no cinema.

    ResponderEliminar
  6. Muito bom???
    Tu já deves saber que, para mim, é excelente...Um grandiosa obra obra bastante simbólica e dotada de uma profunda sátira bastante visível enquanto complexa...

    Abraço
    http://nekascw.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  7. RED DUST: Sem dúvida alguma!

    JACKSON: Creio que dizer que "BELEZA AMERICANA é o melhor que se pode fazer no cinema" tem o seu 'quê' de hiperbólico, mas com certeza dependerá do gosto de cada um. É, sem sombra de toda e qualquer dúvida, um grande filme, mas como disse ao Tiago, não o considero uma obra-prima.
    Dado o talento mais do que provado de Sam Mendes, creio que pode vir a ultrapassar BELEZA AMERICANA. Why not? ;)

    NEKAS: Estou inteiramente de acordo com o que dizes. Para mim, todavia e convicto, fico-me pelo 'Muito Bom'.

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  8. Eu qd o vi pela 1ª vez, fiquei assim algo de boca aberta, pq tava a espera de outra coisa. Mas ele surpeendeu-me tao positivamente, que adorei mt mesmo.
    Excelente argumento, elenco, fotografia, etc.

    Olha tens la um mimnho para ti no meu blog de filmes ;)
    Bjks

    ResponderEliminar
  9. Alguns acham que é over e superficial, mas discordo, tenho mais sua visão. Um clássico.

    ResponderEliminar
  10. Aqui tenho que me render às evidências e chegar mesmo ao excelente :p

    É uma obra profundamente marcante com interpretações fabulosas, diálogos sublimes e uma realização não menos perfeita. Um verdadeiro achado da década de 90.

    Abraço

    ResponderEliminar
  11. Execelente longa, lamento não tê-lo, ainda, em minha coleção. Mas em breve compro. Só uma questão de tempo, rsrs.

    Quanto ao email, já está sendo respondido. Gostei bastante da oportunidade =]

    Abraçoo

    ResponderEliminar
  12. GEMA: Também da primeira vez que o vi me surpreendeu imenso!

    GUSTAVO: Eu também não sou desses. É um grande filme, claramente.

    FILIPE COUTINHO: Estou de acordo, mas não lhe poderei atribuir EXCELENTE. Para mim é um filme MUITO BOM.

    PAULO: Tem que adquiri-lo ;)
    Quanto ao e-mail, espero por ele!

    BRENNO BEZERRA: «Espectacular» num sentido figurado, seguramente.

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  13. Meu filme preferido de todos os tempos. Yep.

    5/5

    ResponderEliminar
  14. WALLY: Não é o meu favorito, nem sequer um dos, mas é um grande filme. Incontornavelmente.

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  15. Sim um filme muito bem conseguido, sem dúvida alguma, que me surpreendeu. Não é de todo e, apesar de tudo, um enorme filme ou uma obra-prima. Pessoalmente digo.

    Mas é uma película recheada de atributos, desde o argumento à interpretação de Kevin Spacey. Transmite uma aura muito particular, que gostei. E é curioso, dado que já é o segundo filme de Mendes que, à partida não me diz muito, mas que após a visualização me deixa no mínimo pasmado e fascinado. O outro foi Revolutionary Road.
    Assim sendo só poderei dizer que é um cineasta que me desperta e me revela sensações escondidas e inesperadas.
    Aqui destaco acima de tudo o argumento, a sua forma de nos contar a história e a transmissão da mensagem basilar.

    Só me falta de Sam Mendes ver o Jarhead e o recente Away We Go. Sobretudo Jarhead, agora assim de repente, nem sei porque não o vi, ainda para mais vindo de um realizador que admiro. Tenho de ver mesmo.

    abraço

    ResponderEliminar
  16. JORGE: Vê então o JARHEAD - MÁQUINA ZERO, creio que vás gostar imenso. Primeiro, notarás a homenagem ao NASCIDO PARA MATAR, de Kubrick. Mas depois divertir-te-ás certamente com o tom satírico e corrosivo da obra. É provavelmente o meu favorito do realizador.
    Este BELEZA AMERICANA não é, de todo, uma obra-prima mas é um filme magistral e estamos de acordo nisso tudo que destacas, sobretudo quanto a Kevin Spacey.

    Cumps.
    Roberto Simões
    » CINEROAD – A Estrada do Cinema «

    ResponderEliminar
  17. Já revi o filme e continuo a ter a mesma opinião. Excelente, ousado, crítico e muito simbólico. Spacey está formidável.

    Abraço
    Frank and Hall's Stuff

    ResponderEliminar
  18. Eu sou um confesso admirador do Sam Mendes e um devoto fã da Annette Bening. Ainda por cima este é dos meus filmes favoritos de sempre.

    Uma sátira incrivelmente bem construída, bem realizada, com um argumento sólido de Alan Ball e um elenco fortíssimo (confesso que sempre achei que a Mena Suvari teria um grande futuro na indústria, algo que ela nunca conseguiu confirmar).


    Cumprimentos,

    Jorge Rodrigues

    ResponderEliminar
  19. BRUNO CUNHA: Penso que é um filme que até é sobrevalorizado (no sentido em que não o considero uma obra-prima), mas de qualidades claras e evidentes.

    JORGE RODRIGUES: Também sou admirador de Sam Mendes e de Annette Bening (grande actriz!) Grande filme.

    Roberto Simões
    CINEROAD

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2017 de Roberto Simões